Práticas e função da gestão do conhecimento com suporte da inteligência organizacional Destaque

Informações adicionais

  • Autor: Castagnara, Marina
  • Nome completo: MARINA CASTAGNARA
  • Data de defesa: Terça, 14 Fevereiro 2017
  • Imprenta: 2017, UFPR, Curitiba-PR
  • Orientador: Dra. Helena de Fátima Nunes Silva
  • Banca examinadora: Presidente: Dra. Helena de Fátima Nunes Silva Examinadores: Dr. Dálcio Roberto dos Reis e Dr. Glauco Gomes de Menezes
  • Resumo:

     

    As organizações migram da abordagem gerencial para a ‘Era do Conhecimento’ sustentada pela informação, conhecimento e inovação com vistas às mudanças ocorridas a sua volta. Para que isso ocorra, precisam obter as melhores informações e transforma-las em conhecimento que devem dar suporte à criação de significados ou de Inteligência dentro das organizações. Assim, a Gestão do Conhecimento e a Inteligência Organizacional podem trazer melhorias de processos, percepção de todo seu ambiente, criação do conhecimento e inovação. Esta pesquisa analisa como os processos e práticas da Gestão do Conhecimento podem dar suporte ao alcance da Inteligência Organizacional, seguindo o modelo proposto por Matsuda (1992) de um ciclo com cinco (5) componentes: aprendizado, cognição, raciocínio, comunicação e memória organizacional. A pesquisa foi aplicada em dois (2) Institutos de Pesquisa do Paraná: LACTEC e TECPAR, considerando que o conhecimento é a ‘matéria-prima’ dessas instituições. Utilizou-se: pesquisa bibliográfica acerca dos temas, principais conceitos e estudos mais recentes; aplicação de grupo focal e análise documental. A verificação dos resultados obtidos na aplicação do grupo focal se deu por meio da análise de conteúdo, os resultados obtidos foram classificados de acordo com as práticas, processos / funções da Gestão do Conhecimento e componentes da Inteligência Organizacional utilizando-se o software de apoio Atlas Ti. Na análise documental foram utilizados documentos e registros como prêmios, cursos, patentes, indicadores de desempenho, laboratórios, mídias sociais, portais e sistemas de gestão entre outros. Constatou-se a utilização de 23 (vinte e três) práticas de Gestão do Conhecimento realizadas dentro das instituições que, por meio dos processos/ funções (criar, compartilhar, capturar, disseminar, organizar, codificar, avaliar e mensurar conhecimento) favorecem a existência dos componentes da Inteligência Organizacional, fazendo com que o ciclo e as inter-relações ocorram de forma constante dentro das instituições pesquisadas. Conclui-se que mesmo que essas práticas não ocorram de forma padronizada ou institucionalizada nos institutos pesquisados, elas estão presentes colaborando para a criação do conhecimento e, consequentemente, a inovação.

  • Palavras-chave: Gestão do Conhecimento;Práticas de Gestão do Conhecimento;Funções de Gestão do Conhecimento;Processos de Gestão do Conhecimento;Inteligência Organizacional
  • Abstract:

     

    Organizations migrated from the managerial approach to the 'Age of Knowledge' supported by information, knowledge and innovation in view of the changes that have occurred around them. For this to happen, they need to get the best information and turn it into knowledge that must support the creation of meanings or Intelligence within organizations. Thus, Knowledge Management and Organizational Intelligence can bring process improvements, perception of the entire environment, knowledge creation and innovation. This research analyzes how the processes and practices of Knowledge Management can support the achievement of Organizational Intelligence, following the model proposed by Matsuda (1992) of a cycle with five (5) components: learning, cognition, reasoning, communication and organizational memory. The research was applied in two (2) Research Institutes of Paraná: LACTEC and TECPAR, considering that knowledge is the 'raw material' of these institutions. We used: bibliographic research about the themes, main concepts and more recent studies; Focal group application and documentary analysis. The verification of the results obtained in the application of the focus group was done through content analysis, the results obtained were classified according to the practices, processes / functions of Knowledge Management and components of Organizational Intelligence using the Atlas support software Ti. Documentary analysis used documents and records such as awards, courses, patents, performance indicators, laboratories, social media, portals and management systems, among others. It was verified the use of 23 (twenty-three) Knowledge Management practices carried out within institutions that, through processes / functions (create, share, capture, disseminate, organize, code, evaluate and measure knowledge) Of the components of Organizational Intelligence, causing the cycle and interrelationships to occur constantly within the researched institutions. It is concluded that even if these practices do not occur in a standardized or institutionalized way in the researched institutes, they are present collaborating in the creation of knowledge and, consequently, innovation.

  • Keywords: Knowledge management;Practices of Knowledge Management;Knowledge Management Functions;Processes of Knowledge Management;Organizational Intelligence
Ler 1462 vezes

Curta nossa Fan Page

Linguagem do site

 

Fale conosco: (41) 3360-4191
Localização:Localização através do Gogle Maps  
  • Facebook do Mestrado PPGCGTI
  • Twitter: PPGCGTI
© 2013 Francisco Soares - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Campus III, Jardim Botânico - Curitiba - Paraná - Brasil.