AS NECESSIDADES E FONTES DE INFORMAÇÃO PARA A COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGROECOLÓGICOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA: UM ESTUDO DE CASO NA COOPERAFLORESTA

Informações adicionais

  • Autor: Silva, Letícia da Costa e
  • Nome completo: LETÍCIA DA COSTA E SILVA
  • Data de defesa: Segunda, 27 Fevereiro 2012
  • Imprenta: 2012, UFPR, Curitiba-PR
  • Orientador: Dr. Edelvino Razzolini Filho
  • Banca examinadora: Presidente: Dr. Edelvino Razzolini Filho. Membro: Armanda João Dalla Costa. Membro: André Augusto Michelato Ghizelini
  • Resumo:

     

    O reconhecimento da informação como um recurso socioeconômico importante para o desempenho de qualquer atividade humana tem evidenciado o papel das técnicas e de instrumentos voltados para o seu tratamento e uso racional. No mercado agroecológico da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), as organizações de base ligadas à agroecologia apresentam alguns desafios, cujo enfrentamento pode ser apoiado por essas técnicas. Entre esses desafios estão: o desequilíbrio entre a oferta e a demanda de produtos orgânicos; o reduzido foco do consumidor no processo de produção e as fragilidades estruturais e gerenciais dessas organizações. Nesse sentido, este trabalho busca identificar as necessidades e fontes de informação do processo de comercialização de produtos agroecológicos na RMC, por meio do estudo de caso da Associação de Agricultores Agroflorestais de Barra do Turvo e Adrianópolis, conhecida como Cooperafloresta. Esta pesquisa é de natureza aplicada e qualitativa, quanto aos objetivos é exploratória e descritiva, além de ter sido desenvolvida mediante a interação da pesquisadora com o seu objeto de estudo. O estudo de caso único possibilitou a aplicação de diferentes instrumentos de pesquisa, tais como: da análise documental; da observação participante do processo de comercialização e de reuniões estratégicas da organização; de entrevista semiestruturada com a gestora da comercialização da Cooperafloresta; e de questionários com três agentes presentes no processo de comercialização da organização (os membros da equipe da comercialização, os membros do Conselho dos Representantes e os clientes). A falta de sistematização ou utilização das informações necessárias é significativa e dentre todas as identificadas são de particular relevância aquelas sobre: o planejamento e padrões de qualidade da produção, o transporte e as propriedades nutricionais dos alimentos, as estratégias e os procedimentos para o acesso aos mercados institucionais, os procedimentos para a execução de funções comerciais, novas propostas para os preços dos alimentos e o conhecimento das ações de projetos que financiam a comercialização agroecológica. As fontes de informação do processo de comercialização da Cooperafloresta identificadas são marcadas pela informalidade e pessoalidade de sua rede social, além de comportarem, mesmo que em menor grau, a utilização de documentos, de ferramentas de recuperação da informação e a observação e experimentação do mundo. As fontes destacam-se ainda pelo equilíbrio entre a formalidade e informalidade, bem como pela prevalência das de origem externa, cuja dispersão e variação nas denominações complicam o processo de busca por informações. Com base nas análises realizadas sobre as necessidades e fontes de informação identificadas do processo de comercialização de produtos agroecológicos na RMC, conclui-se que o desenvolvimento e a retroalimentação dessas atividades poderão ser empreendidos a partir de quatro providências: (i) da definição de ações prioritárias para a comercialização; (ii) do uso de estratégias de busca e de técnicas para o tratamento da informação; (iii) da melhoria da disseminação das informações entre os atores envolvidos no processo; e (iv) da formação desses atores para a adequada assimilação da informação.

  • Palavras-chave: Informação. Necessidades de informação. Fontes de informação. Processo de comercialização. Produtos agroecológicos.
  • Abstract:

     

    The recognition of the information as a socioeconomic resource to the performance of any human activity has evidenced the role of the  techniques and instruments orientated  to its rational treatment and use. In the agroecological market of Curitiba Metropolitan  Region’s  (CMR), some of the challenges presented by the peasant’s organizations  might be confronted through the employment of these techniques. Among  these  challenges there are: the unbalance between organic product’s supply and demand; the  diminished consumer’s focus on the production process and the structural and managerial fragilities of these organizations. In this sense, this research aims to identify the information needs and sources of the CMR’s agroecological products commercialization process, through the case study of the Associação de Agricultores Agroflorestais de Barra do Turvo e Adrianópolis, also known as Cooperafloresta. This research is characterized for its applied and qualitative nature, as for the objectives it is exploratory and descriptive and its development was carried out meantime the interaction among the researcher and its study object. The single case study enabled the application of different research instruments, such as: the documentary analysis; the participant observation of the organization’s commercialization process and strategic meetings; the semi structured interview with the commercialization manager of Cooperafloresta; and the questionnaires with three agents present in the organization’s commercialization process (the commercialization team members, the Representatives Council members and the clients). The lack of the information needs systematization or use is significant and among all the ones identified are of particular relevance those about: the production planning and quality patterns; the food transportation and nutritional properties; the strategies and procedures towards the institutional market’s access; the procedures towards the execution of commercial functions; new proposals to the products prices; and the knowledge of projects that finance the agroecological commercialization. The identified information sources of Cooperafloresta’s commercialization process are featured for its social net’s informality and personality, besides admitting, even in a lower degree, the use of documents, of information retrieval tools and the world’s observation and experimentation. The sources also detach themselves for the balance among formality and informality, as well as for the external’s origin prevalence. The external origin sources are mainly distinguished for their dispersion and the variety denominations that they receive, which raise difficulties to undertake the information search process. Considering the analysis realized about the identified information needs and sources of the CMR’s agroecological products commercialization process, it is observed that the development and feedback of these activities shall be attempted from four arrangements: (i) the definition of the agroecological commercialization priority actions; (ii) the information’s search strategies use and treatment techniques; (iii) the improvement of the information dissemination among the process’s actors; and (iv) the education of these actors towards the appropriated information assimilation.

  • Keywords: Information. Information need. Information sources. Commercialization process. Agroecological products.
Ler 1937 vezes

Curta nossa Fan Page

Linguagem do site

 

Fale conosco: (41) 3360-4191
Localização:Localização através do Gogle Maps  
  • Facebook do Mestrado PPGCGTI
  • Twitter: PPGCGTI
© 2013 Francisco Soares - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Campus III, Jardim Botânico - Curitiba - Paraná - Brasil.