COMUNIDADES DE PRÁTICA E SUAS CONTRIBUIÇÕES NO PROCESSO DE TROCA E CRIAÇÃO DE CONHECIMENTOS NO ÂMBITO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: O PAPEL DAS FERRAMENTAS COLABORATIVAS DA WEB

Informações adicionais

  • Autor: Sarruf, Patrícia Giselle
  • Nome completo: PATRÍCIA GISELLE SARRUF
  • Data de defesa: Terça, 01 Março 2011
  • Imprenta: 2011, UFPR, Curitiba-PR
  • Orientador: Dra. Helena de Fátima Nunes Silva
  • Banca examinadora: Presidente: Dra. Helena de Fátima Nunes Silva. Membro: Ricardo Mendes Júnior. Membro: Heitor José Pereira.
  • Resumo:

     

    Dissertação sobre comunidades virtuais e sua relação com as comunidades de prática. Analisa se as comunidades virtuais que utilizam ferramentas colaborativas se constituem em comunidades de prática e contribuem no processo de troca e compartilhamento de conhecimentos no âmbito das micro e pequenas empresas. Pesquisa qualitativa e descritiva, utiliza entrevistas narrativas e observação em três comunidades virtuais (Rede Pequenas Empresas & Grandes Negócios, Grupo Gestão de Restaurantes e Comunidade Agentes Locais de Inovação). Com base na observação, apoiada em um roteiro, elabora um diagnóstico dos grupos; observa, descreve e analisa o domínio, a prática e as pessoas das comunidades virtuais, estabelecendo as interações com a teoria de Comunidades de Prática (CoPs) segundo Wenger (1998). Verifica, pela observação realizada, que os grupos têm características comuns à CoPs e que a moderação destes é necessária para que os usuários mantenham o foco da comunidade. A análise das entrevistas narrativas, realizadas por e-mail e vídeo, aponta as contribuições das ferramentas colaborativas à criação de CoPs e a geração de conhecimento. Conclui que as ferramentas colaborativas possibilitam a troca de conhecimentos, pois propiciam a interação, permitem à narrativa e troca de experiências, o compartilhamento do conhecimento tácito para outro conhecimento tácito, promovendo assim a socialização, porém, a dedicação do usuário é imprescindível. As comunidades de prática virtuais, sendo bem coordenadas e utilizando ferramentas colaborativas propícias às necessidades de comunicação dos empresários podem fazer com que estes troquem conhecimentos e evoluam em suas atividades.

  • Palavras-chave: Criação de conhecimento. Compartilhamento de conhecimentos. Comunidades de Prática. Micro e Pequenas Empresas. Ferramentas Colaborativas.
  • Abstract:

     

    Dissertation about virtual communities and their relation to the communities of practice. It analyzes if virtual communities that use collaborative tools constitute themselves communities of practice and contribute on the process of sharing information and knowledge on scope of small businesses. This descriptive and qualitative research uses narrative interviews and observation from three virtual communities (Rede Pequenas Empresas & Grandes Negócios, Grupo Gestão de Restaurantes e Comunidade Agentes Locais de Inovação). Based on observation and supported by a check list it elaborates a diagnostic of these groups; it observes, describes and analyzes the domain, practices and the people from the virtual communities establishing beyond, the interactions with the theory of the Communities of Practice (CoPs) according to Wenger (1998). It verifies, from the observation performed, that these groups have similar characteristics to the CoPs and that is required the moderation of these groups, so the users can keep focus on the community. The analysis of the narrative interviews, made by e-mail and video, points out the contribution of collaborative tools to create the CoPs and the knowledge creation. It concludes that the collaborative tools enable the knowledge exchange, because they provide the interaction, allow the narrative and the experience exchange, the sharing of the tacit knowledge with another tacit knowledge, promoting the socialization, however, the businessmen dedication is the key to this process. The virtual communities of practice, when well coordinated and using the collaborative tools in a proper way to fulfill the needs of businessmen communication may help them to exchange knowledge and improve their activities.

  • Keywords: Knowledge creation. Knowledge sharing. Communities of Practice. Small Businesses. Collaborative tools.
Ler 1910 vezes

Curta nossa Fan Page

Linguagem do site

 

Fale conosco: (41) 3360-4191
Localização:Localização através do Gogle Maps  
  • Facebook do Mestrado PPGCGTI
  • Twitter: PPGCGTI
© 2013 Francisco Soares - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Campus III, Jardim Botânico - Curitiba - Paraná - Brasil.